quinta-feira, 8 de janeiro de 2009



DANÇA



Essas palavrinhas

todas aí na página

dançando cancan

são tão frágeis

que caem cansadas

como velhas bailarinas...

7 comentários:

JC disse...

O bailado e a dança são das artes mais bonitas que existem.
Beijinhos

A Moni. disse...

Que coisinha mais gostosa!!!
O tempo não fez perfer o frescor...

Beijos, querida!

J.R. Lima disse...

que legal, isto!!

Um abraço!

ลndreia disse...

Quando já não nos dizem nada, deixemos as palavras, que nos dizem tanto, descansar... *

líria porto disse...

quando as palavras caem porque dançam, tudo bem - difícil foi meu tombo - e eu nem dançava... risos

obrigada, fulô, pela visita! vou linkar tua página no meu blog!
besos
líria

joão pedro wapler disse...

legal. eu gosto de fazer analogias com dança também. acho que em alguns poemas antigos do meu blog tem algo desse estilo.

Murilo Hildebrand de Abreu disse...

Sim, este seu poema e aquele trecho do meu texto têm muito a ver mesmo. Não deixemos a dança acabar ...

bjo