sábado, 10 de maio de 2008



ESPIA



Adiciono blogs de poesia

como se fossem salmos

e ali, muitas vezes

descubro santos

e santas

que me salvam da rotina

dos dias sem poesia



à noite

me ajoelho e rezo

agradeço pelas metáforas

rimas

ritmo

suspiros

luas

quimeras

desaparências

borboletas no quintal

e o cântico das palavras,

então adormeço

livre

de todo o pecado...

11 comentários:

Suzana Mafra disse...

Pois é,
o blog tem esse poder de nos manter no rumo da rima

Obrigada por citar o Borboletras

Muito frio aí?

Abraço

marcia cardeal disse...

Aconchegante o texto, bom pra hoje! beijo

Carlos disse...

...boa reza na ante-sala do sono, nice dreams. Abraços poéticos http://almalesma.zip.net

Cynthia Lopes disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Cynthia Lopes disse...

Ai Mara, fiquei emocionada! Seus lindos versos cada vez mais sensíveis... por certo terei bons sonhos lembrando de sua oração, que Deus nos dê bons frutos sempre e que estes floresçam em nossos versos e palavras. Que para além de nossa feminilidade, possamos também sermos guerreiras férteis, amigas e irmãs no céu de nossa poesia. Um grande beijo e meu abraço fraterno...

10 de Maio de 2008 20:06

Rodolfo disse...

a
_ m
_ _ é
_ _ _ m.

CeciLia disse...

Mara, que poema mais lindo, sonoro sensível! Fiquei santificada, beata de silêncios, pasma e leve de ler-te.

Beijo na alma, Feliz Dia das Mães a ti também

Cecilia

Fernando Rozano disse...

poema de extraordinário ritmo e de muita densidade. abraços.

Renato de Mattos Motta disse...

Espiei!
Gostei!
Adicionei!


Adorei!

Assis de Mello disse...

Entre um salmo e outro, vim rezar aqui. E descobri um novo panteão.
Amei !!!
Estou te linkando, Mara.
Amém

Aroeira disse...

legal, suavemente legal, palatável.