terça-feira, 7 de fevereiro de 2012




Mãos insaciáveis


á deriva de seus desejos


boca gêmea de sua língua


invade


-vai...

13 comentários:

Sônia Brandão disse...

Olá, Mara.
Bom receber a tua visita e poder ver novamente o teu trabalho.

bj

Thiago Domingues disse...

Texto envolvente...
Muito bom passar por aqui!
\o/

Cynthia Lopes disse...

Mara, bom te ver, sempre!!!
te ler, te aprender, estar mais perto de ti e matar esta saudade.
Obrigada por passar pelo meu Cântico e por voltar para nós com tuas maravilhas.
bjs

Patrícia Mello - www.myspace.com/patricmello disse...

Lindo!!!
Já tava com saudades de seus poemas, amo!
Bjusss

Marcela Isabel Silveira CRN2: 9531 disse...

Valeu a passadinha lá...
Me fale o nome mesmo se lembrar..
Bjssss

Alysson Serrão disse...

Texto muito envolvente!

Joana Filipa disse...

Que bonito! Beijinho :)*

fêrlyvictoria disse...

Olá passando&seeguindo.Continue a escrever . Tens talento. Beijiinhos :*
@per_feitosparaoamor
@ferly_victoria
http://reverseobrlife.blogspot.com/

magia disse...

Textos que falam a alma...tocam fundo, meus parabéns!

Cristina DeSouza disse...

O poema inteiro invadiu. Me invadiu. Intenso!

Beijo!

Draper disse...

Muito bom.


http://metamorfosemuscular.blogspot.com

toryburchshoesbags disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Aroeira disse...

hummm.... "boca gêmea de sua língua..." que delícia!