quinta-feira, 21 de maio de 2009




PREFERÊNCIAS



Qual o doce que mais gosto?



O doce da tua língua
quando percorre
pêlos e poros
e eu viro
baba-de-moça .

35 comentários:

ADiniz disse...

Boa noite Queri!

Esta pintura de Lautrec
da a nítida sensação
de que eles andaram passando
por sua mesma confeitaria.
Quero o endereço. Rs

Lindo.
Bjinhos a vc, essa moça.
Uma quinta feira de 'bem casado' pra vc.

Compulsão Diária disse...

De leve, a seda suspensa da fala silvo sibila

Mara faturi disse...

pois, pois Aninha esse poeminha tem 10 anos, a confeitria, até fechou, uma peninha;)
bjinho

Cynthia Lopes disse...

Mara, deliciosos seus versos de baba de moça, menina! bjs e obrigada pela visita...

Nydia Bonetti disse...

Que doce de poema, Mara.
também ando pensando em postar meus poemas antigos. Os novos andam muito amargos...
beijos

Cosmunicando disse...

ô diliça!

=)

beijos

Sônia Brandão disse...

Gostei dessa doce sensualidade.
Obrigada pela visita.
Beijos.

nina rizzi disse...

ai, zizuis.

adora assim conciso, semsiso.

é dos melhores que já li por aqui. me sinto contemlada :) beijos.

Theo G. Alves disse...

...
arrepio!

abraço!

BAR DO BARDO disse...

Água na boca...

Conhece aquela assim: "O doce perguntou pro doce qual era o doce mais doce; o doce respondeu pro doce que o doce mais doce era o doce de batata doce".

No caso, nada mais doce que seu poema!

Abç.

Cecília Borges disse...

fã também eu sou desse doce que vem da língua.
bonito, mara!
um beijo!

Nuno G. disse...

visitei-te e adorei!!! parabéns pelas coisas lindas que tens por aqui...

Rosemildo Sales Furtado disse...

Olá Mara! Resolvi te visitar e tenho a felicidade de encontrar um poema que é uma MELravilha.

Beijos,

Furtado.

Bebel disse...

Lindo poema!

É sempre tempo de reabrir as confeitarias da vida...
Basta querer e lutar por isso.
Revival é um perigo, mas às vezes é preciso zerar as coisas, pra poder recomeçar novamente.

Boa sorte!
Beijos

Graça Pires disse...

Sensual e doce...
Beijos.

Renata de Aragão Lopes disse...

Que doçura!

~*Rebeca e Jota Cê *~ disse...

Adorei!

Aninha disse...

do tipo de poesia que dá gosto, literalmente

estive meio ausente mesmo, com um monte de textos inacabados. muita matéria não-literária na minha cabeça (universidade), mais coisas técnicas, dificultando minha inspiração, receio. posto assim que concluir alguma coisa, como agora, fiz post novo no blog. espero que gostes
obrigada pelo carinho e os comentários.

sandra disse...

dá água na boca, esse doce...rsss

bjaum!


www.sandrasantos.com

José Carlos Brandão disse...

Um poema doce.
O doce da tua língua
que vira poesia.

Gostei.
Beijos.

Aroeira disse...

rsrsrs "baba-de-moça" muito bom.

Bea - Compulsão Diária disse...

Passei pra ver se tinha novidade. Ah, vc tá lá lançando livro?
Sucesso!

Elza Fraga disse...

Oi, querida
Deixei um mimo em forma de selinho pra você no TEMPO IN-VERSO.
Não tenho o seu email, por isso ele está indo por aqui.
Bitokitas, sucesso e luz.

CeciLia disse...

Queridíssima
o Saulzito me falou do sucesso do lançamento dos livros de vocês. Queria ter estado lá, de verdade!
Sucesso, um upa imenso, saudade de tu.

Sidnei Schneider disse...

bonito poema! hoje conheci um teu amigo, o sérgio. bjs

Denise disse...

Então...
Antes é preciso que eu agradeça,sabe que logo depois de dar à luz ficamos sensiveis e bastante receosas,então... é assim que estou e suas palavras,o contar historias e acalentar naquele "aguar" constante foi como uma caricia e mim.
grata.

A doçura que encontro aqui,fez-me lembrar de Florbela (acho-a melancólica demais) mas nesse caso acredito que cai bem.

Doce Certeza

Mas nunca encontrarás p´la vida fora,
Amor assim como este amor que chora
Neste beijo d´amor que são meus versos!...

Florbela Espanca, in "A Mensageira das Violetas"

kk disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Renato de Mattos Motta disse...

Ai, moça!
Babei...

beijo!

Renata de Aragão Lopes disse...

Colega do blog "Mexe-mexe poesia", vim conhecer seu espaço particular. E adorei! Um beijo.

Juliana Meira disse...

bom demais Mara!!
poema e imagem

Marcelo Novaes disse...

Mara,




Muito bom gosto.

:)


Beijos,




Marcelo.

CHica da Silva disse...

ih..descobri q sou viciada nesse doce tbm rsrsrs..

mari, pobre tem é verme (respondendo a seu comentario do meu rsrrs)

bjinhos moça!

Maria Paula Alvim disse...

doce, oh doce... outro poema da melhor qualidade ( como tudo que ando lendo por aqui)... bom resto de fim de semana pra você.

Lou Vilela disse...

Mara,

Encontrei aqui trabalhos de excelente cepa. Adorei conhecer o "per tempus"!

Abraços,
Lou

Sylvia Araujo disse...

Ah, que delícia! :)

Beijo